23 de jan de 2008

Alquimista por acaso

O livro
Paulo é um jovem conturbado que vive em busca de um sentido para a vida. Diante dos percalços que surgem nos caminhos de seu tortuoso destino, procura refúgio no vício do álcool, agravando cada vez mais sua angústia existencial. Tudo Parece estar perdido para ele até àquela manhã num banco qualquer da rua XV, em Curitiba, quando um homem misterioso chega até ele falando sobre tesouros encantados e enterrados no meio de uma floresta. A partir dessa conversa, que dura algum tempo, o jovem é convencido pelo estranho senhor a partir em busca de uma promessa de prosperidade, sem imaginar que iria encontrar riquezas que não esperava através de meios mágicos e misteriosos que viria a vislumbrar através do contato com as poderosas energias da natureza.

Este livro revela alguns dos mais secretos mistérios da alquimia ocultados ao longo do tempo daqueles que eram julgados indignos do conhecimento. Através de uma linguagem clara e acessível, mesclada numa história de rara beleza, rasgará os últimos véus do misticismo e mostrará ao leitor que os maiores segredos do universo estão ao alcance de todos os homens que buscam a realização dos seus sonhos e que trabalham para aperfeiçoar seus dons inatos. O leitor viajará com o jovem Paulo, a partir do seu encontro sobrenatural na rua XV. E, baseado na promessa de um tesouro profano, será estimulado, como o personagem da história, a buscar o
tesouro oculto que todo homem tem dentro de si mesmo. Mistério, sobrenatural, emoção e sabedoria serão os sentimentos que acompanharão o leitor no decorrer da leitura deste livro altruísta.


Nenhum comentário: