17 de mar de 2008

O Caminho do meio (Budismo)

Trecho: I. A verdade do sofrimento (duhkha)
Como nós sabemos, a vida é repleta de sofrimentos: o sofrimento do nascimento, o sofrimento da
velhice, o sofrimento da doença, o sofrimento da morte. Há também o sofrimento da perda de entes queridos, o sofrimento de estar junto de algo que não se gosta, o sofrimento de não conseguir o que se deseja, o sofrimento de perder suas conquistas...

Todos os seres estão sujeitos à tristeza, à lamentação, à dor, ao desespero, aos problemas... Buddha não negou a existência de felicidade mundana, mas reconheceu que essas felicidades são
impermanentes.

Quando falamos da natureza insatisfatória da existência, é preciso entender que isso se insere no contexto do caminho buddhista com um todo. Essas reflexões precisam ser compreendidas no seu contexto adequado, que é dentro das coordenadas do caminho buddhista. Se não se tiver essa visão do sofrimento dentro do seu contexto adequado, concordo que existe um perigo, ou mesmo uma probabilidade, de que esse tipo de abordagem seja considerado equivocadamente como bastante pessimista e negativo. Conseqüentemente, é importante compreender a postura básica do buddhismo diante de toda a questão do sofrimento. Isso nós encontramos nos próprios ensinamentos públicos do Buddha.


Servidor: 4Shared
Tamanho: - KB
Idioma: Português
Páginas: -
 Formato do Arquivo: PDF (é preciso ter instalado o Adobe Reader)

Nenhum comentário: