26 de set de 2008

Coleção 8 Livros de Paulo Coelho

O DIÁRIO DE UM MAGO (1987) Assim como em SÃO THIAGO, a fé e o entusiasmo são transparentes em PAULO COELHO. Quando o conheci, não podia imaginar que alguém ainda me pudesse abrir um universo inteiramente novo. Ma assim como o amor aos 16, e a filosofia aos 20 anos, PAULO COELHO me ensinou que o mundo era muito, mas muito maior do que eu poderia acreditar. Para descobrir o que está escondido, ele me mostrou que era preciso aliar uma lógica severa a uma extraordinária lucidez intuitiva. O sagrado que inspira o mago se aplica ao discernimento da realidade

O ALQUIMISTA (1988) Certa noite, um jovem pastor tem um sonho repetido: fala de um tesouro oculto, guardado perto das Pirâmides do Egito. O rapaz resolve seguir seu sonho, e defronta-se com os grandes mistérios que acompanham o Homem desde o começo dos tempos: os sinais de Deus, a Lenda Pessoal que cada um de nós precisa viver, a misteriosa Alma do Mundo, onde qualquer pessoa pode penetrar se ouvir o próprio coração.Considerada uma das artes mais antigas e mais secretas da Humanidade, a Alquimia é abordada pela primeira vez numa linguagem direta e simples.

BRIDA (1990) Perseguidos por uns, amaldiçoados por outros, os segredos das feiticeiras sobreviveram ao ódio, às fogueiras, ao racionalismo e ao esquecimento, atravessando os séculos graças às mulheres que mantinham, de geração em geração, os mistérios da tradição da Lua. Agora, em pleno final do século XXI, quando novamente a Busca Espiritual surge com força no coração das pessoas, estes segredos aparecem em plena luz do dia, trazendo de volta o mesmo tipo de compreensão do mundo que guiou nossos antepassados --- através de um mais polêmicos caminhos para se chegar à comunhão com Deus. Brida é a história real de uma das mais jovens Mestras da Tradição das Feiticeiras. No estilo que o consagrou como um dos escritores mais vendidos do país, PAULO COELHO conta os primeiros passos da então menina de 21 anos que, um belo dia, decidiu que seu destino estava profundamente ligado aos mistérios da magia.

NA MARGEM DO RIO PIEDRA EU SENTEI E CHOREI (1994) Numa história de amor estão os mistérios da vida. Pilar e seu companheiro conheceram-se na infância, afastaram-se na adolescência, e - onze anos depois - tornam a se encontrar. Ela, uma mulher que a vida ensinou a ser forte e a não demonstrar seus sentimentos. Ele, um homem capaz de fazer milagres, que busca na religião uma solução para os seus conflitos.

Os dois estão unidos pela vontade de mudar, de seguir os próprios sonhos, de encontrar um caminho diferente. Para isto, é preciso vencer muitos obstáculos interiores: o medo da entrega, a culpa, os preconceitos. Pilar e seu companheiro resolvem viajar até uma pequena aldeia nas montanhas - e trilhar o difícil caminho de reencontro com a própria verdade.

VERONIKA DECIDE MORRER (1998) "Seja louco, mas comporte-se como uma pessoa normal." - Veronika
Veronika parece ter tudo o que desejou. Ela frequenta lugares populares, ela namora jovens atraentes e mesmo assim, não é feliz. Algo está faltando em sua vida. É por isso que, na manhã de 11 de novembro de 1997, Veronika Decide Morrer. Após tomar uma overdose, lhe é dito que restam apenas alguns dias de vida.




O DEMÔNIO E A SRTA. PRYM (2000) Uma comunidade tomada pela ganância, covardia e medo. Um homem perseguido pelos fantasmas de seu passado. Uma jovem buscando felicidade. Numa mesma semana, cada um deles irá encarar questões relativas à vida, à morte e ao poder. E cada um escolherá o seu caminho. Eles escolherão o bem ou o mal? A remota vila de Viscos é o cenário dessa batalha. 



 
A Bruxa de Portobello (2007)Quem é Athena? Uma órfã abandonada por sua mãe cigana na Transilvânia. Uma menina levada por seus pais adotivos para Beirute. Uma funcionária de um grande banco em Londres. Uma bem-sucedida vendedora de imóveis em Dubai. Uma sacerdotisa de Portobello Road. Athena é a personagem principal do livro A Bruxa de Portobello. Sua história é narrada por aqueles que conviveram com ela. Sua mãe adotiva, um jornalista interessado em vampirismo, um padre, um professor de caligrafia e uma atriz, entre outros. Os diferentes narradores traçam perfis contrastantes da personagem, combinando acontecimentos, impressões, suas próprias crenças e lembranças.
 
CARTAS DE AMOR DO PROFETA Traduzido e Adaptado por Paulo Coelho. «"Quem é Gibran?", perguntava a mim mesmo. Ao copiar trechos das suas cartas para o meu computador, penso que acabei por descobrir. Gibran não era nem um revolucionário nem um sábio. Era um homem como todos nós - e trazia na sua alma as mesmas dores e alegrias que nós trazemos; no entanto, através dos seus livros, foi capaz de manifestar a grandeza de Deus...» Paulo Coelho, do prefácio.

Nenhum comentário: